• Blog
  • Saiba como revisar uma matéria e aprender mais

Saiba como revisar uma matéria e aprender mais

Blog

Saiba como revisar uma matéria e aprender mais

Saiba como revisar uma matéria e aprender mais

Estudar grandes conteúdos requer algumas práticas que ajudam na fixação de cada assunto. Por mais simples que pareça, muitas vezes, a dificuldade em memorizar se origina do fato de que nem todos sabem exatamente como revisar uma matéria. Diante de muitas páginas para estudar, muitos o fazem sem a atenção necessária para que o tempo de estudos seja realmente proveitoso.

Muitas vezes, as condições para passar em uma prova importante podem ser criadas a partir de bons hábitos de estudos e capacidade de realizar revisões efetivas. Conteúdos extensos, quando resumidos de maneira estratégica, ajudam a fixar a matéria a partir de marcações e associações.

Como nem sempre se trata de algo intuitivo, preparamos abaixo algumas dicas que podem ajudá-lo a preparar suas revisões.

Construa cronogramas

Montar um cronograma de estudos ajuda você a se organizar melhor com suas revisões. Só o ato de resumir o conteúdo para revisar já pode ser considerado parte dos estudos. Dessa forma, você pode determinar dias e horários para dedicar-se a cada etapa do conteúdo.

É importante lembrar que, tão importante quanto construir um cronograma é segui-lo. A partir do momento que você começa a abrir exceções porque está cansado ou simplesmente porque não simpatiza com o conteúdo a ser estudado, o cronograma perde todo o seu sentido. Essa questão requer um comprometimento seu consigo mesmo.

Utilize diagramas

O diagrama nada mais é que um gráfico no qual as informações são organizadas de maneira estratégica, de modo a facilitar a memorização. Nosso cérebro tende a reconhecer melhor desenhos e cores do que um texto longo, por exemplo. Sendo assim, quanto mais você puder resumir, esquematizar e associar informações, melhor.

Existem diversos modelos de diagramas que você pode seguir para tornar seus estudos mais agradáveis e proveitosos. O modelo aranha, por exemplo, consiste em um círculo central com uma informação principal, de onde se originam diversas “patas” que contêm informações associadas. Pontos principais, termos importantes e definições podem ser alocados nessas patas.

Faça simulados

Muitas vezes, passar em uma prova não depende somente de dominar o conteúdo. O nervosismo, pode ser um grande vilão quando o assunto é acertar todas as questões que você realmente sabe. Há casos nos quais o candidato acaba errando matérias, que podem ser consideradas até mesmo óbvias, por problemas de interpretação de texto ou estranhamento no modelo das questões.

Durante a preparação para realizar uma prova, é importante fazer simulados. Dessa forma, além de revisar o conteúdo, você começa a se acostumar com o modelo dos textos e das alternativas das questões propostas. Assim, quando você se vir diante da folha original da prova, a adaptação aos moldes utilizados já será uma etapa superada.

Organize suas anotações

Por mais que você acredite que “é capaz de entender sua própria bagunça”, um pouco de organização na hora de estudar não faz mal à ninguém. Entendemos que, durante cursos preparatórios ou aulas de especialização que você já tenha realizado, muitas vezes o tempo é curto para anotar tudo. Isso pode levá-lo a um emaranhado de anotações sem forma ou ordem definida.

Na hora de estudar para se preparar para uma prova, todo esse conteúdo precisa ser organizado. Por mais que as anotações estejam bem estruturadas, elas precisam seguir uma ordem lógica para que os estudos realmente façam sentido. É por isso que, antes de utilizá-las como fonte de estudos, é importante revisá-las e organizá-las para facilitar a sua fixação.

Conte com a tecnologia

Você certamente utiliza o seu computador para várias questões relacionadas a trabalho e estudos. Sendo assim, na hora de estudar, é possível pesquisar por ferramentas que permitem criar esquemas de revisão a partir de plataformas e aplicativos. Tais ferramentas facilitam a vida de quem precisa estudar uma grande quantidade de matéria.

Dentre as principais ferramentas online disponíveis, podemos citar o Trello (para criar cronogramas e checklists), o Evernote (uma espécie de caderno virtual, onde você pode fazer anotações em escrito e áudio, anexar arquivos importantes e criar apresentações) e o Issuu (que permite a pesquisa de livros e revistas relacionadas aos temas que você precisa estudar).

Decore seu ambiente

Ainda que você determine dias e horários específicos para estudar, é possível manter o conteúdo por perto, especialmente os temas nos quais você tem encontrado relativa dificuldade de assimilação. Para isso, você pode utilizar post-its, flashcards e tudo o mais que a sua criatividade permitir.

Esses materiais podem ficar dispostos em seu quarto, em um espaço específico do seu consultório, em seu escritório, ou em qualquer outro lugar onde você costuma estar com frequência.

A cada vez que você passar pelas informações, dê uma parada para revisá-las. Dessa forma, você começará a associar informações a locais e cores, o que ajuda na hora da memorização. Ao se deparar com uma questão sobre um tema que está afixado na parede do seu banheiro, por exemplo, você se lembrará da informação associada ao seu banho.

Defina prioridades

O objetivo de todas as pessoas que estão se preparando para provas específicas é não deixar a matéria acumular. Ainda assim, é possível definir prioridades. A partir da listagem de tudo o que precisa ser estudado, você pode analisar por onde é melhor começar.

A maioria das pessoas normalmente costuma preferir partir do conteúdo mais complexo para o mais simples. Se sentir que fazer o caminho inverso funciona melhor para você, entretanto, não há problemas.

Estabelecer prioridades não significa que você abrirá mão de estudar algumas matérias em detrimento de outras. É importante se organizar para que haja tempo para estudar todo o conteúdo. As prioridades apenas determinam a ordem dos estudos.

Na hora de determinar como revisar uma matéria, você precisa buscar ativar a memória de longa duração, que é o que vai garantir que os conhecimentos estarão em sua cabeça para o dia da prova. Memórias de curto prazo são aquelas que vêm e passam, o que não é o ideal para a realização de uma prova importante.

E você? Tem algum método especial de estudos que costuma funcionar? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe a sua opinião!

Trackback do seu site.

Deixe um comentário